Câncer de Testículo

Quais os sintomas?

  • Dores no abdômen, virilha, costas, testículos ou escroto.
  • Aumento ou sensibilidade das mamas.
  • Sensação de peso no escroto.
  • Nódulo ou aumento dos testículos.
  • Súbita retenção de líquido no escroto.

Quando procurar um médico?

Caso perceba qualquer dor, caroços ou inchaço na virilha ou testículo, e principalmente se esses sintomas durarem mais de duas semanas, entre em contato conosco.

Causas

Quase todo tipo de câncer nos testículos começa com células germinativas, que são aquelas dos testículos que produzem espermatozóides imaturos, mas o que faz com que elas fiquem anormais e se desenvolvam em câncer ainda não é conhecido.

Fatores de Risco

  • Idade: Esse tipo de câncer ocorre na maioria dos casos em homens de 15 a 35 anos de idade, mas pode ocorrer em qualquer idade.
  • Raça: É mais comum entre homens brancos.
  • Histórico Familiar: Se pessoas da família já tiveram câncer nos testículos, a chance de ocorrer é aumentada.
  • Desenvolvimento anormal dos testículos: Situações em que isso ocorre, como a Síndrome de Klinefelter, tornam maiores as chances.
  • Criptorquidia: Um testículo não descido durante a fase fetal, e que não desce no decorrer da vida, aumenta muito o risco de desenvolver esse câncer, mesmo que o testículo seja reposicionado cirurgicamente.

Prevenção

Não existe como prevenir o câncer de testículo.

Tratamentos

  • Cirurgia: Dependendo da fase do tumor, pode ser feita uma cirurgia de retirada do testículo (Orquiectomia radical inguinal) ou para remover os linfonodos próximos (dissecção retroperitonial dos linfonodos).
  • Radioterapia: Utiliza radiação de alta potência energética para destruir as células cancerígenas. Ela pode ser recomendada logo após a cirurgia para remover o testículo.
  • Quimioterapia: Consiste na administração de medicamentos através das veias, comprimidos ou ambos. Se não for usada como tratamento único, pode ser indicada antes ou depois da cirurgia para retirada dos linfonodos.
X